Blog

VOCÊ SABIA QUE 45% DOS PROBLEMAS CARDÍACOS TEM INICIO NA CAVIDADE BUCAL?

Shutterstock _92372446-2

 

Recentemente um estudo do InCor, nos faz refletir sobre a importância do controle e prevenção da saúde bucal.Doenças como infarto, AVC, endocardite estão associadas a microrganismos encontrados na microbiota bucal.

 

Investir na saúde bucal não previne apenas cárie, gengivite e mau hálito, mas também contribui para evitar doenças cardíacas. Segundo estudo do Instituto do Coração (InCor), da Universidade de São Paulo (USP), 45% das doenças cardíacas têm início na cavidade bucal. Entre elas estão a endocardite bacteriana, aterosclerose, arritmia, acidente vascular cerebral (AVC) e até mesmo o infarto

 Saudebucalescovacao

O autocuidado e a autoavaliação dos hábitos de escovação, porém não substitui a visita periódica ao dentista, conforme alerta a coordenadora de Saúde Bucal da Secretaria Municipal da Saúde, Viviane Gubert. “É importante manter uma rotina de consulta com um profissional, dentro da necessidade de cada caso”, diz.

 Saúde da boca e do coração

 Por isso, de acordo com Viviane, cuidar da sua boca é, também, cuidar do coração. “A saúde bucal inadequada pode aumentar o risco de aparecimento ou complicações de problemas cardíacos”, afirma.

Segundo ela, a boca tem muitas bactérias e feridas – nas gengivas, céu da boca, língua ou nos dentes – são atalhos para que bactérias nocivas entrem na corrente sanguínea e se instalem em artérias e até mesmo no coração. “Isso pode contribuir para inflamações, favorecendo complicações cardiovasculares”.

 Periodontite

OS 10 MANDAMENTOS DO CORAÇÃO SAUDÁVEL

  • 1. Evite o cigarro
  • 2. Controle seu peso
  • 3. Faça atividade física regularmente
  • 4. Cuide da pressão arterial
  • 5. Escolha bem seus alimentos
  • 6. Controle seu colesterol
  • 7. Reduza o estresse do dia a dia
  • 8. Saiba se é diabético
  • 9. Mantenha rotinas de lazer
  • 10. Consulte o médico e o dentista periodicamente 
  1.  fonte:https://dentistaespecial.blogspot.com/2019/05/45-das-doencas-cardiacas-tem-inicio-na.html
Postado por:

Clareamento caseiro ou clareamento a laser?

Clareamento caseiro ou Clareamento a laser?

Clareamento

A busca por um sorriso mais claro se tornou muito comum e dominou o desejo da maioria das pessoas. É importante lembrar que o clareamento dental está cada dia mais simples. Por outro lado, mesmo que o processo esteja mais acessível, nós precisamos lembrar que nem todo mundo pode adotá-lo.

 O clareamento dental é seguro quando feito no consultório ou em casa, desde que seja feito com supervisão de um dentista

Tanto a processo caseiro quanto o clareamento dental a laser exigem cuidados. Regras e contra indicações:

 Clareamento dental caseiro:
Moldeira -clareamento -dental -caseiro 

O clareamento caseiro requer mais paciência porque leva mais tempo para se obter resultados do que o laser feito em consultório. Ele é feito com o auxílio de moldeiras de silicone preenchida com um gel clareador e tem que ser aplicado todos os dias durante 2 semanas ou de acordo com a indicação do dentista.

É um procedimento seguro se for feito sob orientação de um profissional. “Podem ocorrer alguns desconfortos como a sensibilidade nos dentes ou inflamação na gengiva".

 Clareamento dental a laser:

Clareamento -dental -laser -preco -2

Esse método é feito, exclusivamente no consultório, utilizando um gel com concentração maior de ativo clareador. O tratamento a laser traz efeitos de forma mais rápida podendo levar de 1 a 3 sessões de 15 a 45 minutos que irão depender do equipamento do profissional para obter o resultado esperado.

 Contra indicações: 

  •  Dentes manchados por tetraciclina (manchas cinzas). 
  •  Problemas de formação do esmalte (manchas brancas). 
  •  Pacientes com problemas periodontais. 
  •  Sangramento na gengiva. 
  •  Pacientes com restaurações em resina , facetas , lentes ou coroas em porcelana não irão alterar a cor ,   podendo ficar coloração diferente após os dentes serem clareados. 
  •  Dentes cariados. 
  •  Crianças. 
  •  Grávidas. 

 O que não fazer durante o tratamento: 

  •  evite alimentos com corantes como sucos, refrigerantes, molho de tomate. 
  •  café e chá. 
  •  evite fumar. 
  •  legumes como brócolis , espinafre , cenoura e beterraba. 
  •  diminua o consumo de vinhos tintos e sucos naturais de uva ao mínimo possível.

É muito importante que seu dentista participe da escolha do procedimento que você vai adotar para o clareamento dental. Somente ele é capaz de avaliar o processo ideal para cada tipo de pessoa.

 Montagem -site

Postado por:

Quais São Os Estágios Da Gengivite?

  •    Image 2-12-1170x 520

O que é gengivite?

A gengivite é uma inflamação da gengiva que pode progredir e atingir o osso alveolar. É este que envolve e sustenta os dentes. É causada pela presença da placa bacteriana ou biofilme dental, uma película incolor e pegajosa que se forma continuamente nos dentes. Se não for removida diariamente por meio da escovação e do uso do fio dental, a placa bacteriana pode se formar e as bactérias nela contidas poderão infeccionar não apenas a gengiva e a região ao redor dos dentes, mas acabarão por atingir o tecido abaixo da gengiva e o osso que suporta os dentes. Isto pode fazer com que os dentes fiquem amolecidos, caiam ou tenham que ser removidos pelo dentista.

São três os estágios da doença periodontal:
Doencas -nas -gengivas _IMG

Gengivite: este é o primeiro estágio da inflamação gengival causada pela placa bacteriana que se forma na margem da gengiva. Se a escovação e o uso do fio dental diariamente não forem suficientes para remover a placa, ela produzirá toxinas que podem irritar o tecido gengival, causando a gengivite. Você pode notar algum sangramento durante a escovação e o uso do fio dental. Neste primeiro estágio da doença, o dano pode ser revertido, já que o osso e o tecido conjuntivo que seguram os dentes no lugar não foram atingidos

Periodontite: neste estágio, o osso e as fibras de sustentação que mantêm os dentes em posição são irreversivelmente danificados. Ao redor da sua gengiva pode começar a se formar uma bolsa que avança para baixo da gengiva e onde ficam armazenados os detritos e a placa bacteriana. O tratamento dentário adequado e a higiene bucal minuciosa em casa, em geral, podem ajudar a prevenir danos maiores.

Periodontite avançada: neste estágio final da doença, as fibras e os ossos de sustentação dos dentes estão destruídos, o que faz com que os dentes migrem ou mudem de lugar ou se tornem abalados ou com mobilidade. Isto pode afetar sua mordida e, se o tratamento não for eficaz, você corre o risco de perder seus dentes.

Como saber se tenho gengivite?
A gengivite pode ocorrer em qualquer idade, mas é mais comum entre os adultos. Se for detectada no seu estágio inicial, a gengivite pode ser revertida - portanto, visite seu dentista se notar qualquer um dos seguintes sintomas:
Gengiva vermelha, intumescida ou inchada, ou flácida.
Gengiva que sangra durante a escovação ou o uso do fio dental.
Dentes que parecem mais longos devido à retração da gengiva.
Gengiva que se separam ou se afastam dos dentes, criando uma bolsa.
Mudanças na forma como seus dentes se encaixam quando você morde.
Secreção de pus ao redor dos dentes e na bolsa gengival.
Mau hálito constante ou gosto ruim na boca.

Como é tratada a gengivite?
Os primeiros estágios da gengivite, de modo geral, podem ser revertidos por meio da escovação e do uso de fio dental corretos. Uma boa saúde bucal ajudará a evitar que a placa se forme.

C 889234799e 865bbe 90cee 71f 6cd 2e 53_XL

Uma limpeza profissional feita pelo seu dentista é a única forma de remover a placa que se formou e endureceu - o tártaro. Seu dentista fará a limpeza ou raspagem de seus dentes para remover o tártaro acima e abaixo da linha da gengiva. Se o seu problema for muito sério, pode-se realizar um procedimento para aplainar a raiz nas suas partes mais profundas. Este procedimento ajuda a suavizar as irregularidades nas raízes dos dentes, dificultando o endurecimento da placa bacteriana.
Com consultas regulares a seu dentista, o estágio inicial da doença pode ser tratado antes que se torne um problema muito mais sério. Se seu problema for mais grave, será necessário fazer um tratamento no consultório odontológico.

Fonte: https://www.colgate.com.br/oral-health/conditions/gum-diseade/what-are-the-stages-of-gum-diseade

Postado por:

A Saúde Bucal Dos Idosos

143070893-lg .rendition .640.360.jpg

Como posso manter uma boa saúde bucal na terceira idade?

Se você cuidar bem dos seus dentes e fizer consultas periódicas com seu dentista, os seus dentes podem durar a vida inteira. Independentemente da idade, você pode ter dentes e gengivas saudáveis se escovar pelo menos três vezes ao dia com creme dental com flúor, se usar fio dental pelo menos uma vez ao dia e se for regularmente ao dentista para exames completos e limpeza.

Que informações sobre a saúde bucal um indivíduo da terceira idade deve ter?
Até mesmo quem escova e usa fio dental regularmente, pode ter alguns problemas específicos. Muitas pessoas na terceira idade usam dentaduras, tomam remédios e têm problemas de saúde geral. Felizmente, seu dentista pode ajudar você a encarar estes desafios com êxito quase que garantido.

  • As cáries e os problemas com a raiz dos dentes são mais comuns em pessoas da terceira idade. Por isso, é importante escovar com um creme dental que contenha flúor, usar fio dental todos os dias e não deixar de ir ao dentista.
  • A sensibilidade pode se agravar com a idade. Com o passar do tempo é normal haver retração gengival que expõe áreas do dente que não estão protegidas pelo esmalte dental. Estas áreas podem ser particularmente doloridas quando atingidas por alimentos e bebidas quentes ou frias. Nos casos mais severos, pode ocorrer sensibilidade com relação ao ar frio e a alimentos e líquidos doces ou amargos. Se seus dentes estiverem muito sensíveis, tente usar um creme dental apropriado. Se o problema persistir, consulte o dentista já que esta sensibilidade pode indicar a existência de um problema mais sério, como, por exemplo, cárie ou dente fraturado.
  • As pessoas mais velhas se queixam de boca seca com freqüência. Este problema pode ser causado por medicamentos ou por distúrbios da saúde. Se não tratado, pode prejudicar seus dentes. Seu dentista pode recomendar vários métodos para manter sua boca mais úmida, como tratamentos ou remédios adequados para evitar a boca seca.
  • Enfermidades preexistentes (diabete, problemas cardíacos, câncer) podem afetar a saúde da sua boca. Converse com seu dentista sobre quaisquer problemas de saúde existente para que ele possa ter uma visão completa da situação e para que possa ajudar você de forma mais específica.
  • As dentaduras tornam mais fácil a vida de muitas pessoas da terceira idade, mas exigem cuidados especiais. Siga rigorosamente as instruções do seu dentista e, caso ocorra qualquer problema, marque uma consulta. Os portadores de dentaduras definitivas devem fazer um exame bucal geral pelo menos uma vez por ano.
  • A gengivite é um problema que afeta pessoas de todas as idades e que pode se tornar muito sério, especialmente em pessoas de mais de 40 anos. Vários fatores podem agravar a gengivite, inclusive:
  1. 1. Má alimentação.
  2. 2. Higiene bucal inadequada.
  3. 3. Doenças sistêmicas, como a diabete, enfermidades cardíacas e câncer.
  4. 4. Fatores ambientais, tais como o estresse e o fumo.
  5. 5. Certos medicamentos que podem influenciar os problemas gengivais.
  • Como as doenças gengivais são reversíveis em seus primeiros estágios, é importante diagnosticá-las o mais cedo possível. As consultas periódicas garantem o seu diagnóstico e o seu tratamento precoce. É importante saber que a boa higiene bucalevita o aparecimento de enfermidades gengivais.
  • As coroas e pontes são usadas para reforçar dentes danificados ou substituir dentes extraídos. Uma coroa é usada para recobrir um dente que sofreu perda de substância. Ela fortalece a estrutura do dente e melhora a sua aparência, sua forma ou seu alinhamento. As pontes ou próteses fixas são usadas para substituir um ou mais dentes faltantes e são fixadas nos dentes naturais ou nos implantes situados ao lado do espaço deixado pelo dente extraído.
  • Fonte: https://www.colgate.com.br/oral-health/life-stages/oral-care-age-55-up/oral-health-for-seniors
Postado por:

Lente de contato dental pode causar cáries nos dentes?

Um sorriso perfeito é uma bela maneira de deixar uma boa primeira impressão  e sentir-se bem consigo mesmo. Se seus dentes não são tão bonitos como você gostaria, você pode estar pensando em colocar a famosa lente de contato dental. Elas são uma ótima maneira de cobrir as imperfeições e a cor amarelada dos seus dentes. No entanto, você pode se perguntar se elas são boas para os dentes. Elas podem aumentar as chances de você acabar com cáries?

8lp 7do 9cjnlttqc 5ubse 2tqvi

Lente contato dental é uma boa solução para ter os dentes perfeitos

lente de contato dental ou facetas são simplesmente capas de porcelana coladas na frente de seus dentes. Para que as lentes pareçam naturais, será necessário remover uma fina camada de esmalte dos dentes. No entanto, esse processo não aumenta as chances de você ter carie nessa parte desgastada porque a parte de seus dentes que perdeu o esmalte será protegida pela porcelana.

Mas os dentes com as porcelanas ainda podem acumular placa e tártaro, o que significa que eles podem eventualmente desenvolver pequenas infiltrações. Por mais bem adaptadas que essas lentes forem, sempre haverá uma união entre porcelana e dente, e ai que deve existir uma atenção especial, principalmente com a escovação .

Se cavidades se desenvolvem nesses dentes, eles podem não suportar suas lentes.

Quando você começa o tratamento, seu dentista lhe dará algumas dicas sobre como cuidar dos dentes:

·         Escove pelo menos duas vezes por dia - ou depois de cada refeição, se possível.

·         Não se esqueça do fio dental. Você não quer que pequenas partículas de alimentos fiquem alojadas entre os dentes e causem danos aos lados de seus dentes brancos.

·         Use enxaguatório bucal duas vezes por dia para combater as bactérias.

·         Não consuma muitos alimentos e bebidas ácidas, como frutas cítricas, café e refrigerante.

·         Cuidado com hábitos de morder canetas e outros que podem quebrar ou soltar as lentes

·         Cuidado com alimentos muito duros ao morder um osso por exemplo.

·         A manutenção e limpeza no consultório é o mais importante para que o dentista possa avaliar algum, problema ainda no início, não prejudicando a lente colocada.

 Lente -de -contato -_33417_242_427

As lentes não são ruins para os dentes, elas são uma solução estética fantástica, desde que você tenha todos os cuidados para que ele permaneça por muitos e muitos anos.

No entanto, se você ainda não tem certeza se deseja se submeter a esse tipo de procedimento com lente de contato dental , tire todas as suas dúvidas com seu dentista antes de iniciar o tratamento.

Fonte: https://saude.ig.com.br/colunas/bruno-puglisi-odontologia/2019-01-16/lente-de-contato-dental-bruno-puglisi.html

 

IMAI © Copyright - Avenida Corifeu de Azevedo Marques, 1027B Butantã São Paulo/SP CEP: 05581-000 Tel: (11) 3726-6997 / (11) 4324-7426 consultorio@imaiodonto.com.br